fbpx

Responder a: Diversas dúvidas de Meteorologia e Ondas

Home (concurso para prático) Fóruns Meteorologia Integrada Diversas dúvidas de Meteorologia e Ondas Responder a: Diversas dúvidas de Meteorologia e Ondas

#2775

fabio
Mestre

Dúvida 12) No material consta que “Nas frentes frias presentes no HS, durante a sua aproximação a pressão cai e a temperatura aumenta. Após a passagem, a pressão sobe e a temperatura cai”.
Tenho alguns contra argumentos que valem a discussão.
Uma frente fria por natureza possui alta pressão e temperatura baixa, assim durante a sua aproximação estas condições deveriam acontecer e não uma queda na pressão e aumento de temperatura, como consta no material. Está correto esta análise?
Adicionalmente, numa situação após a sua passagem, isso quer dizer que estamos mais uma vez numa massa de ar quente e por isso acredito que a pressão deveria voltar a cair e a temperatura subir. Mais uma vez o contrário do exposto pelo material. Qual o entendimento/explicação para estes contra pontos?

– A rigor frentes não tem temperatura nem pressão, são apenas uma linha imaginária que divide a fronteira entre duas massas de ar de temperatura diferentes.

– Massas de ar se formam nas condições estáveis dos centros da alta pressão (por isso uma frente tem 2 altas associadas), e quando uma empurra a outra forma-se um ciclone no meio delas, onde tem origem o tal sistema frontal. Veja as figuras anexas tiradas do livro. A primeira mostra a estabilidade normal entre as massas, e a segunda mostra o que acontece quando surge um ciclone no meio das massas, dando origem ao sistema frontal.

– Como a zona limitrofe entre as massas está na periferia do anticiclone, temos que a região na linha de frente apresenta sempre a pressão mais baixa, e talvez por isso a pressão sempre caia na aproximação de qualquer frente. Isto não está escrito no livro, é uma interpretação minha.

– O mais importante é que o livro não explica “como” isso acontece em detalhes, por isso não cai na prova. A meteorologia é uma ciência muitas vezes empírica, que não conseguiu ainda estabelecer um modelo matemático para os fenômenos climáticos globais, portanto muitas das explicações que voce procura ainda não existem.

  • Esta resposta foi modificada 4 anos, 6 meses atrás por  fabio.
Anexos:
You must be logged in to view attached files.