fbpx

ZCIT – Tormenta Tropical – Ciclone Tropical – Doldrums

Home (concurso para prático) Fóruns Meteorologia Integrada ZCIT – Tormenta Tropical – Ciclone Tropical – Doldrums

Este tópico contém respostas, possui 2 vozes e foi atualizado pela última vez por  fabio 3 anos, 11 meses atrás.

  • Autor
    Posts
  • #3089

    dex_
    Participante

    Estudo segue e as dúvidas apareceram por aqui Fábio e Renato.
    Vamos lá…
    _________________________
    Dúvida 1) Os mecanismos de formação das frentes e das Tormentas e Ciclones tropicais são exatamente o mesmo, certo? Uma perturbação na atmosfera. Pelo que conclui, o que mudaria para se ter efeitos diferentes oriundos dessa perturbação é apenas a localização latitudinal onde ocorre, e isso por causa da temperatura e umidade das massas de ar.
    Se >7º e em regiões tropicais -> Tormentas tropicais
    Se em média latitudes -> frentes frias e frentes quentes.
    Esse raciocínio está correto? Algo para complementar?
    Vide Anexos

    _________________________
    Dúvida 2) “As tormentas tropicais devem ser evitadas pelos navegantes principalmente nos meses seguinte à estação de verão.” Pág 99

    “Os navegantes da área do Atlântico, cujas derrotas atinjam as regiões compreendidas na faixa de 5º a 15º de latitude norte, deverão ter especial atenção a ocorrência de ciclones tropicais nos meses de agosto, setembro e outubro. A frequência nos meses de julho e nobembro é reduzida, e nula no restante do ano.” Pág 100

    No ambiento do curso, encontramos que Tormentas Tropicais são Ciclones tropicais de grande intensidade, e que Ciclone tropical é um termo genérico, usado pela bibliografia, para caracterizar uma grande perturbação atmosférica. Encontramos também que elas são geradas nas regiões tropicais (aprox.. 25º N e S).

    Pergunta:
    1) Tormentas tropicais ocorrem nas regiões tropicais (como visto acima).
    2) Os navegantes devem ter especial atenção a ocorrência de ciclones tropicais nas possíveis regiões da ZCIT (entre 5º e 15º N). Como
    3) No ambiente do curso vemos que Tormentas Tropicais são Ciclones Tropicais de grande intensidade, concluo que as Tormentas Tropicais só podem ocorrer onde eu devo ter atenção a ocorrência de ciclones tropicais, ou seja, nas possíveis regiões da ZCIT, e não nas regiões tropicais.
    4) O período que se deve ter atenção as tormentas tropicais é o mesmo período que se deve ter atenção aos ciclones tropicais, já que as tormentas tropicais são intensos ciclones tropicais. Então é correto afirmas que “os meses seguintes à estação de verão” onde a ocorrência das tormentas tropicais são mais intensas são: AGO, SET e OUT… Nos meses de Julho e Novembro as tormentas tropicais são reduzidas, e nula no restante do ano, assim como os Ciclones Tropicais.

    Os raciocínios estão corretos?
    ________________________________
    Dúvida 3
    “Nas regiões um pouco mais afastadas do Equador, em latitudes maiores que 7º, o efeito da força de Coriolis tem atuação, contribuindo para o desvio do escoamento do ar.”

    “Como os ventos alíseos do HN e HS sopram e direções distintas e convergentes, observa-se então, uma convergência à superfície na faixa equatorial da Terra, denominada Zona de Convergência Intertropical, que oscila sua posição em função do posicionamento do equador térmico (5º a 15º N)…” pág 97

    “Ao alcançarem a faixa equatorial os ventos alíseos, de ambos os hemisférios, apresentam praticamente escoamento paralelo, soprando da direção E observando extensas regiões de calmarias, conhecidas como Doldrums.” Pág 98
    Escala de Beaufort -> Calmarias = ventos < 1 km/h

    Se o efeito da força de Coriolis atua em latitudes maiores que 7º, os ventos alíseos deveriam escoar paralelos na faixa de 7º S a 7º N. Mas o que ocorre é que eles escoam paralelos na ZCIT (5º a 15º N). Isso ocorre por essa região ter uma baixa pressão devido ao aquecimento, provocando convergência naquela faixa ao invés da faixa citada 7ºS a 7ºN.
    (1)Correto?

    (2)Suponha verão no HN, nessa situação temos o equador térmico a 15ºN, então os ventos alíseos vindo do HS de SE precisam atravessar uma “faixa imaginária” a 7ºN, onde a força de Coriolis passa a atuar desviando sua movimentação para a direita (como ocorre no HN). Nesse caso seria impossível que os ventos escoassem paralelos, pois haverá esse desvio dos ventos de SE para a direita a partir dessa “faixa imaginária” a 7ºN, e os ventos se encontraria de forma mais frontal.

    Entendo ser um raciocínio desnecessário. Mas foi um pensamento que tive e achei interessante compartilhar para ser analisado e comentado.
    _________________________________

    Dúvida 4
    “Ao alcançarem a faixa equatorial os ventos alíseos, de ambos os hemisférios, apresentam praticamente escoamento paralelo, soprando da direção E observando extensas regiões de calmarias, conhecidas como Doldrums.” Pág 98
    Escala de Beaufort -> Calmarias = ventos < 1 km/h

    “… a formação das ondas depende da circulação dos ventos sobre o mar, que é função da configuração das isóbaras. A circulação precisa ser favorável à formação de ondas. Os ventos precisam soprar na mesma direção, numa grande distância e durante bastante tempo…”
    Condições para a formação de ondas:
    1) Isóbaras precisam ser retilíneas numa extensão bem longa (pista)
    2) Persistência do vento.
    3) Intensidade para permitir suficiente transferência de energia da atmosfera para o oceano.”
    Pág 146

    “Os navegantes da área do Atlântico, cujas derrotas atinjam as regiões compreendidas na faixa de 5º a 15º de latitude norte, deverão ter especial atenção a ocorrência de ciclones tropicais nos meses de agosto, setembro e outubro…. …Esses navegantes deverão conhecer em detalhes os procedimentos para sua identificação e localização e as providências para efetuar, com a devida antecedência, manobras evasivas para minimizar os efeitos de fortes ventos, das ondas e altura superior a 10 metros e da visibilidade reduzida.” Pág 100

    Pergunta: A mesma extensa região de calmarias, conhecidas como Doldrums (ventos < 1km/h) é a região que os navegantes devem ter especial atenção a ocorrência de ciclones tropicais, com fortes ventos e ondas de altura superior a 10 metros nos meses de AGO SET e OUT.
    Não entendi como isso é possível. Como a ZCIT, uma linha de instabilidade, pode ser uma região de calmaria e encontrarmos ondas altas sendo que não há vento para isso.
    ____________________________

    Dúvida5
    “A costa norte e nordeste do Brasil é mais afetada pelo posicionamento da ZCIT, nos meses de março e abril, época em que a nebulosidade e a precipitação associadas à ZCIT, são observadas mais ao sul.” Pág. 98

    “Os navegantes da área do Atlântico, cujas derrotas atinjam as regiões compreendidas na faixa de 5º a 15º de latitude norte, deverão ter especial atenção a ocorrência de ciclones tropicais nos meses de agosto, setembro e outubro…. …Esses navegantes deverão conhecer em detalhes os procedimentos para sua identificação e localização e as providências para efetuar, com a devida antecedência, manobras evasivas para minimizar os efeitos de fortes ventos, das ondas e altura superior a 10 metros e da visibilidade reduzida.” Pág 100

    (1)Não entendo a desconexão entre a ocorrência de ciclones tropicais ser mais intensa na ZCIT nos meses de AGO, SET e OUT, e a costa norte e nordeste do Brasil ser mais afetada nos meses de maço e abril.

    (2) Se a ZCIT oscila de 5º N (Verão no HS – 22jun) a 15ºN (verão no HN 22dez), em março e abril estaríamos +/- com a ZCIT nos 10ºN (Equinócio 21 março). Por que o Brasil sofre influência da ZCIT nesse período e não nos meses próximo ao verão do HS?

    • Este tópico foi modificado 4 anos atrás por  dex_.
    Anexos:
    You must be logged in to view attached files.
  • #3097

    dex_
    Participante

    Mais uma dúvida surgiu. Não havia dado foco nessa parte a primeiro momento, mas agora fazendo um novo estudo percebi que:

    No curso, nos exemplos sobre Cálculo do Vento Verdadeiro, encontramos a afirmação:
    *Se o vento relativo/aparente está para vante do través, o vento verdadeiro estará mais a ré e terá intensidade menor que o vento aparente (pois eles estão se somando.

    Porém, para intensidades muito pequenas ou pequenas do vento relativo/aparente, este estando para vente do través, o vento verdadeiro estará mais a ré e terá intensidade MAIOR que o vento aparente.
    Figura em anexo.
    Exemplo Numérico (O site informado no curso para cálculo do vento está fora do ar)
    Rumo do Navio: 90º, Intensidade: 10 nós
    Vento Relativo: 5ºBB Intensidade: 2 nós
    Vento Aparente: 85º, Intensiade: 2 nós

    Aproximadamente,
    Vento Verdadeiro: 275º e Intensidade: 8 nós

    As demais afirmações do curso relacionadas ao Cálculo do Vento Verdadeiro são muito interessantes para se pensar e prestar atenção, muito bom.

    • Esta resposta foi modificada 4 anos atrás por  dex_.
    Anexos:
    You must be logged in to view attached files.
  • #3103

    fabio
    Mestre

    Dex, desculpe a demora em responder, o tópico me passou despercebido. vamos lá :

    Dúvida 1) Os mecanismos de formação das frentes e das Tormentas e Ciclones tropicais são exatamente o mesmo, certo?

    Sim, o mecanismo é o mesmo: corrente ascendente de ar. Nas regioes subtropicais o que desencadeia estes fenômenos são perturbações na circulação zonal. Nos tropicos o que desencadeia é o aquecimento do ar.

    Dúvida 2)

    Acho que voce está confundindo o conceito de regiões tropicais. 25º de latitude N é subtropical, não tropical. Região tropical é a região entre os trópicos de capricornio e cancer. Portanto a ZCIT está contida na região tropical do planeta.

    Dúvida 3 e 4

    ( dúvida 4) Antes de mais nada, essa frase do Valgas está incorreta. Doldrums (calmarias) ocorrem nas latitudes de 30º, e não no equador, ou na ZCIT. Este livro possui alguns erros grosseiros, esse é um deles.

    A latitude onde os ventos sopram de Leste não é tão exata. A informação do livro também é incompleta ou inexata, mas nao está incorreta (como a das doldrums). Voce não precisa se aprofundar nisso. Acredite que o que está no livro nesse caso é suficiente. O ar que vem do norte e do sul convergem próximos do equador, e a partir daí correm paralelos, e nessa região a força de coriolis não os influencia em quase nada. Isso encerra o assunto pra nós que queremos apenas fazer a prova.

    Dúvida 5

    O livro fala que é afetado pelo posicionamento, e não pela maior proximidade de ZCIT. Nos meses de marços e abril a ZCIT está se deslocando em direção ao Brasil, mas não chegou ainda no ponto mais próximo. Os meses de AGO, SET e OUT são importantes no HN, assim como MAR e ABR são importantes no HS. Os mesmos motivos causam estragos diferentes.

  • #3104

    fabio
    Mestre

    Passei o vídeo de calculo de vento para nossa pg do vimeo

Você deve fazer login para responder a este tópico.