Processo Adiabático

Este tópico contém respostas, possui 2 vozes e foi atualizado pela última vez por  fabio 4 anos, 1 mês atrás.

  • Autor
    Posts
  • #2825

    Rodolfohern
    Participante

    Segundo o material o processo adiabático (troca de estado de H2O) não há troca térmica com o meio ambiente”. Contudo, no mesmo slide durante a explicação da variação entre a taxa adiabática saturada e a taxa adiabática seca, o material diz que com a ascensão da massa de ar fresca e quente é “desencadeada a condensação e, portanto, a liberação de calor latente”. Entendo que esta liberação de calor aconteceu ao meio ambiente e este é o motivo das taxas adiabáticas serem diferentes. Se faz sentido a minha explicação, então o processo adiabático há ou não troca de térmica com o meio ambiente?

    Anexos:
    You must be logged in to view attached files.
  • #2830

    fabio
    Mestre

    Um processo adiabático nesse caso é o que ocorre sem troca de calor com a massa de ar externo à coluna de ar ascendente. A massa de ar dentro da coluna varia de temperatura apenas por causa da queda de pressão e condensação dela mesma.

    A razão adiabática úmida é menor por causa do calor liberado pela condensação.

  • #2831

    Rodolfohern
    Participante

    Então há troca de calor sensível entre a coluna de ar ascendente e o ambiente? Justificando a razão adiabática úmida menor.

  • #2832

    fabio
    Mestre

    Não, sistema adiabático é justamente por que a massa de ar dentro da coluna de ar ascendente não troca calor com a massa de ar externa (ambiente).
    A razão adiabatica úmida é menor por que as particulas de água dentro da massa de ar ascendente passam a liberar calor ao se condensarem. Portanto, matemáticamente falando, a massa de ar ascendente é um conjunto que contém as particulas de água em condensação. Esta troca de calor entra água e ar dentro da coluna ascendente é o proprio sistema adiabático.

Você deve fazer login para responder a este tópico.