fbpx

girting

Marcado: 

  • Este tópico contém 5 respostas, 2 vozes e foi atualizado pela última vez 2 anos atrás por fabio.
Visualizando 5 respostas da discussão
  • Autor
    Posts
    • #8564
      sandro_peres
      Espectador

      Nao consegui entender a questao em aenxo…

      Fazendo o diagr de forças parece que para o reboc atras da popa do navio (tanto no metodo indireto como direto) as forças (do TP e Prosulsor) se contrapoem.
      Como trata-se de uma trator podemos deduzir que o CP estará um pouco mais a frente mais ainda antes da meia nau. Mas isso nao me ajudou muito…

      Enteno que ele terá menores chances de emborcar qto maior for a distancia vertical entre o Prosulsor e CP em relação à distancia entre o TP e CP. Mas nao tenho como saber isso!
      Apenas reduzindo a distancia vertical entre TP e Propulsor nao me garangte isso!

      Sandro

      Attachments:
      You must be logged in to view attached files.
    • #8573
      fabio
      Mestre

      Sandro,

      O rebocador é um Combi Tug. O vento é qualquer um que atrapalhe a guinada do navio, neste caso ilustrado, a única intenção possível seria guinar o navio para BE.

      O texto quer destacar que na posição 4 o rebocador Combi seria capaz de ajudar de forma mais efetiva a guinar o navio para BE.

      Nada se fala sobre as dificuldades operacionais de um rebocador Combi naquela posição, mas como sabemos, na posição 4 ele está mais exposto a emborcar se vier a atravessar.

    • #8575
      sandro_peres
      Espectador

      Fabio,

      Desculpa, anexei o arquivo errado.

      Poderia considerar este que incluo agora?

      Sandro

      Attachments:
      You must be logged in to view attached files.
    • #8661
      fabio
      Mestre

      Sandro,
      Voce tem razão, nessa situação o propulsor do rebocador trator contraria a tendência de emborcar, e quanto maior a distância vertical, maior o braço de alavanca que proporciona esse efeito. Portanto a afirmativa é falsa.
      O feedback da questão tbém não está muito claro, vou revisá-la.
      Obrigado.

    • #8705
      sandro_peres
      Espectador

      Ok. Obg.

      Se puder me me enviar o novo feedback da questão eu agradeceria.

      Sandro

    • #8709
      fabio
      Mestre

      Sandro,
      Optei por manter o feedback e alterar a frase, que ficou assim:

      Num rebocador trator operando com sua popa com pequeno ângulo para o fluxo de água, com cabo longo na popa de um navio com seguimento avante, embora haja muita tração no cabo, é mais seguro ter o ponto de reboque um pouco a ré do centro de pressão (na carena) do rebocador.

      feedback:

      TUP, Cap 4.2, p. 46: “At higher speeds and/or too large angles of attack of incoming water flow the resulting heeling forces may cause capsizing of the tug. The large vertical distance between the propulsion units and towing point also contributes to the high heeling moment. Therefore although towline forces are high for tractor tugs it is much safer to locate the towing point aft at a small distance abaft C, the centre of pressure for smaller angles of attack.”

Visualizando 5 respostas da discussão
  • Você deve fazer login para responder a este tópico.