fbpx

Efeito do Banco

Visualizando 3 respostas da discussão
  • Autor
    Posts
    • #3014
      Rodolfohern
      Participante

      Olá Fábio e Renato.

      i) Lendo a biografia SQUAT Interaction , há uma citação na página 8 sobre o efeito do banco diz que ocorre o “bow-out” junto com o efeito de sucção e logo em seguida conclui: “The ‘bow cushion’ dominates and turns the ship which then moves away from the bank”.

      Havia entendido pelo slide 1.25 do curso que o resultado final das forças “suction” e “cushion” é um movimento lateralmente do navio, como um todo, em direção ao banco.

      Estes dois pontos estão se contradizendo?

      ii) No slide 1.26 diz que o efeito de sucção faz “o navio guinar para longe do banco”. Como é possível o navio guinar para um fora e ser atraído em direção ao banco ao mesmo tempo?

    • #3018
      fabio
      Mestre

      Rodolfo,

      Isso é difícil de visualizar sem a prática, mas é o que acontece de fato. O navio ao mesmo tempo guina pra longe do banco, por efeito de conjugado de forças, e também é sugado por inteiro pela baixa pressão entre navio e banco.

    • #3021
      Rodolfohern
      Participante

      Obrigado Fábio,

      Quanto ao primeiro tópico. O termo “moves away from de the bank” utilizado no SQUAT Interaction se opõe ao apresentado pelo SFTM ?

    • #3024

      Rodolfo,

      Não há contradição nesse caso. Só está escrito de forma diferente.

      Uma geral sobre o fenômeno:

      O navio está perto do Banco. Logo, a velocidade do escoamento aumentará dado o pouco espaço para escoamento da água, diminuindo a pressão neste bordo e atraindo o navio para o Banco (como um todo). Até aqui, creio que tudo lógico!
      Entretanto, a atração para o Banco não ocorre de forma equilibrada ao longo da carena do navio. Como o navio está indo avante, o centro de pressão lateral está avante da meia-nau. Logo, a parte da meia-nau para ré do navio, sofrerá uma maior atração em direção ao Banco. Além disso, algumas bibliografias afirmam que o efeito das ondas da proa do navio exercem pressão no Banco, causando o tal efeito de colhão (cushion).
      Bom, agora o navio se tornou um folio (uma asa), como se fosse um leme gigante defletido para boreste, levando o navio como um todo a guinar para bombordo.

      A explicação é puramente didática, pois os efeitos são complexos e não necessariamente sequenciais, como descrevi.

      Sds.

      Renato

Visualizando 3 respostas da discussão
  • Você deve fazer login para responder a este tópico.