fbpx

Control Surfaces – Duvidas

Home (concurso para prático) Fóruns PNA – Controlabilidade Control Surfaces – Duvidas

Visualizando 0 resposta da discussão
  • Autor
    Posts
    • #2340
      Boo
      Participante

      Na pagina 295 do PNA Controlabilidade há um paragrafo que diz:

      “Free stream rudder tests, where compliance with Froude´s Law is not necessary, also indicate qualitatively that the higher the Reynold number, the greater the angle of attack at which stall occurs.(…) Concurrent with this delay of the stall angle of attack is an increase in the maximum lift coefficiente developed by the rudder.”

      Pelo que entendi ele menciona que quanto maior o Rn (ou seja, mais resistência viscosa o navio está sofrendo, logo está em baixas velocidades) maior será o ângulo de ataque em que o leme irá estolar. Isso está correto?

      Na continuação ele menciona que o lift aumenta com essa “postergação” do ângulo de stall. Posso afirmar então que o leme produz menos lift a medida que a velocidade do navio aumenta? Isso decorre do fato de que o casco ganhou ângulo em relação ao fluxo e passou a ser a força predominante para induzir a guinada, ao invés do leme?

      Ainda no mesmo Capitulo, na pagina 297 há o seguinte texto:

      “Usually, the ship´s turning path or tactical diameter is practically independent of speed at Froude Numbers less than about 0.30, but at higher ship speeds, the tactical diameter begins to increase, primarly because of the consequences of wavemaking.”

      O inicio da afirmativa condiz com os trial testes do próprio PNA e com o Miguens: “Com o aumento da velocidade o diâmetro tático tende a reduzir até uma velocidade ótima, a partir da qual ele passa a aumentar”. Pergunto: Esse aumento do diâmetro tático é então em função da redução do lift do leme e de uma influencia do wavemaking? A onda criada na popa acaba por influencia o fluxo no leme e consequentemente sua eficiência?

    • #2343
      fabio
      Mestre

      Boo,

      – Rn maior não significa resistência maior, significa apenas coeficiente de resistência menor. Neste caso, um leme com Rn maior pode ser um leme com comprimento maior, que como está descrito, estola em ângulos maiores.

      – Sua frase relacionando lift com velocidade do navio está incorreta. Lift como força hidrodinâmica é proporcional ao quadrado da velocidade.

      – Quando o casco ganha ângulo de ataque, o ângulo de ataque do leme de fato diminui, reduzindo o lift, até que se estabeleça um equilíbrio de forças e as acelerações angulares se anulem. A seção sobre curva de giro descreve bem este evento na fase 2 e 3 da curva.

      – Seu último questionamento aponta uma contradição entre duas publicações, PNA e Miguens, que de fato existe e está bem anotada nos audios do Miguens. Sobre o motivo do diâmetro aumentar em velocidades maiores, o PNA cita dois : a onda que se forma na região da popa do navio, e a possível cavitação do leme nessas velocidades.

      att,
      Fabio

      • Esta resposta foi modificada 6 anos, 6 meses atrás por fabio.
Visualizando 0 resposta da discussão
  • Você deve fazer login para responder a este tópico.