fbpx

Circulação nas baixas e altas pressões

Home (concurso para prático) Fóruns Meteorologia Integrada Circulação nas baixas e altas pressões

Visualizando 4 respostas da discussão
  • Autor
    Posts
    • #4513
      Fábio L
      Participante

      Boa noite. Sobre a circulação do ar no HS, posso dizer que o ele segue o caminho de um “8” ou um “S” ao deixar o centro de alta e depois seguir para o centro de baixa, já que o ar não segue um caminho reto por causa do efeito de Coriolis? Deixa eu tentar me explicar melhor: essa circulação do centro de alta para o de baixa é infinita, ou o ar que deixa o centro de alta ao chegar no centro de baixa se torna ascendente e não retorna mais para o centro de alta?

      Grato.

    • #4516
      fabio
      Mestre

      Pode dizer que é um “S”, nnao um “8”. Não é infinito, quando chega no centro do ciclone o ar sobe, e provavelmente voce ainda nnao chegou no próximo capítulo do livro que explica a circulação vertical (convergência e divergência).

      De um olhada neste vídeo https://vimeo.com/203993601

      O furação nada mais é que um centro de baixa pressão gigantesco.

      Não perca as aulas online de meteorologia aos sábados, e pergunte diretamente ao instrutor durante a aula.

    • #4517
      Fábio L
      Participante

      Muito obrigado pelo retorno, Fabio. Acredite, eu já li o livro duas vezes, mas o curso é tão bom que realmente está esclarecendo todos os assuntos, facilitando e muito a minha vida (enriquecendo os meus estudos e ensinando para um iniciante como eu algo que mesmo lendo e relendo ainda tinha muitas dúvidas). A didática é ótima e funcional. Pode deixar que amanhã vou acompanhar a aula (a última eu já vi novamente) e questionar o professor.

      Grato.

    • #4927
      JEFFERSON VIEIRA
      Espectador

      O sistema frontal apresenta uma depressão junto à frente e os DOIS ANTICICLONES DA MASSA DE AR FRIO E DA MASSA DE AR QUENTE. A diferença de pressão entre os anticlones determina a velocidade de deslocamento da massa de ar frio

      Não entendi a existência desses ANTICICLONES, uma vez que até agora se falou que anticiclone tinha a ver com alta pressão.

    • #5481
      FILIPEBRTH
      Participante

      Tenho uma dúvida: Para tentar ser mais claro vou me referir somente ao Hemisfério Sul.
      Na pagina 270 do Miguens existe uma figura mostrando que, devido ao desvio para a esquerda provocado pela força de Coriolis as correntes maritimas no memisfério sul “tendem a girar em sentido anti-horário”. Por exemplo: No Atlantico sul, a corrente marítima segue da África para a America do Sul aproximadamente ao longo do equador; depois segue aproximadamente par sul ao longo da costa do Brasil; depois segue do Brasil para a África em uma latitude mais elevada; e depois segue para norte ao longo da costa da África.
      Quando há um centro de baixa pressão atmosférica, o vento ao seu redor, no hemisfério sul gira em sentido horário devido à força de Coriolis.
      O que eu ainda não consigo compreender é porque a mesma força de Coriolis faz as correntes marítimas “girarem em sentido anti-horário” e os ventos ao redor de um centro de baixa pressão girarem em sentido horário.
      Como os ventos giram em sentido hoário, eu fico com a impressão de que a força de Coriolis, ao invés de desviar os ventos para a esquerda, está desviando os ventos para a direita.

      Attachments:
      You must be logged in to view attached files.
Visualizando 4 respostas da discussão
  • Você deve fazer login para responder a este tópico.