fbpx

2 screws ships

Visualizando 3 respostas da discussão
  • Autor
    Posts
    • #8013
      marcelprios2
      Espectador

      Bom dia. No video do instrutor felipe no item “special maneuvers” na sessao de two screws ships, é usado uma figura pra exemplificar as forças atuantes no navio. No primeiro caso, “turning”, o propulsor de boreste dá maquina avante e o propulsor de bombordo da maquina a ré, na figura ele mostra que momentum deste binário de forças é no sentido anti-horario. Ja na segundo caso, “flanking”, a maquina de boreste dá máquina a ré e maquina e bombordo da maquina a vante, mas nesse caso a figura mostra q o momentum desse binario de forças é no sentido horario.
      Nao entendi essa diferença d sentido no momentum nesses dois casos.
      Obrigado.

    • #8014
      fabio
      Mestre

      Marcel,
      Fazendo uma analogia com um caiaque a remo:

      – Se voce remar pra frente do lado direito (máquina de BE avante), o caiaque gira pra esquerda (momento de giro para BB).

      – Se voce remar pra frente do lado esquerdo (máquina de BB avante), o caiaque gira pra direita (momento de giro para BE).

      – Se voce remar pra trás do lado direito (máquina de BE a ré), o caiaque gira pra direita (momento de giro para BE).

      – Se voce remar pra trás do lado esquerdo (máquina de BB a ré), o caiaque gira pra esquerda (momento de giro para BB).

      Remando para frente de um lado e para ré do outro vai somar os momentos de giro para o lado da máquina que dá atrás.

      Seria essa sua dúvida? Fiz analogia com um caiaque por que quase todo mundo já manobrou um.

    • #8016
      marcelprios2
      Espectador

      sim. eu entendi isso. mas pra mim, o que dá a tendência do navio girar no sentido horario ou anti-horario é a força lateral gerada pelos propulsores. o binario de forças gerado pelos propulsores se contrapondo a avante a ré, apenas se anulariam e nao geraria uma tendência de giro do navio. Acho q seria mais facil entender, olhando as figuras no video de special maneuvers no tempo de video de 2:17:15.

    • #8060

      Marcel,

      Sugiro você olhar também nosso material de estudo e não somente os vídeos. Um complementa o outro. Claro que o fórum também é uma opção.

      No exemplo do flanking, o leme entra em cena, além dos propulsores. E ele vence a batalha de forças nesses tipos de navios.

      Como você já entendeu, sem uso do Leme, o navio guinará para o bordo da máquina que estiver dando ré. Entretanto, no uso do flanking (andar de lado), o leme (forças) vence a batalha.

      Logo, se quero andar de lado para boreste, uso:
      – leme a bombordo (que empurra minha popa para boreste e minha proa para bombordo) em conjunto com
      – o conjugado de máquinas que fará o inverso. Máquina de fora (ou bombordo) para vante e máquina de dentro (boreste) para ré. Aqui minha popa irá para bombordo e minha proa irá para boreste.
      – o somatório de forças resultará no navio andando de lado para boreste.

      Essa é uma manobra complexa para determinados tipos de navio e dependerá muito do conhecimento e experiência do shiphandler.

      Att.

      Renato

      • Esta resposta foi modificada 3 meses, 3 semanas atrás por Sierra Pilots.
      Attachments:
      You must be logged in to view attached files.
Visualizando 3 respostas da discussão
  • Você deve fazer login para responder a este tópico.