Praticagem no Brasil
#2503

Olá PRT, vamos lá!

Quando de uma ultrapassagem, onde o navio “alcançado” precisa manobrar para que a ultrapassagem ocorra de maneira segura, o navio que fará a ultrapassagem precisa combinar a manobra:

2 apitos longos e 1 curto – pretendo ultrapassar por boreste
2 apitos longos e 2 cursos – pretendo ultrapassar por bombordo

O navio alcançado, se estiver em dúvida (não concorda) da viabilidade da ultrapassagem, responderá com

pelo menos 5 apitos curtos (ou mais) – na Regra 9, item e(i) (http://www.navcen.uscg.gov/?pageName=navRulesContent#rule9), ele aponta para regra 34(d) (http://www.navcen.uscg.gov/?pageName=navRulesContent#rule34) que preconiza os 5 apitos curtos.

Não existe definição para não resposta da embarcação alcançada. Neste caso, o navio que ultrapassará deverá buscar novamente contato pelo apito ou mesmo o uso do VHF. Em ultima instância, desistir da ultrapassagem, pois quem está ultrapassando sempre será “give-way vessel”, devendo se manter afastada da embarcação alcançada(stand-on vessel).

Por último, “dúvida” e “não concordância” com a ultrapassagem tem o mesmo efeito e, silêncio deve ser interpretado como “dúvida ou não concordância”.

Sds.